Secretaria de Saúde enaltece profissionalismo de vigilantes durante incêndio no HRT

Em site interno da Secretaria de Saúde do DF, que o Sindicato dos Vigilantes teve acesso, o órgão agradece aos vigilantes que prestam serviço no HRT – Hospital Regional de Taguatinga pelo profissionalismo e apoio durante o incêndio que aconteceu naquela unidade hospitalar na manhã do dia 24/01.

A direção do Sindicato dos Vigilantes sempre colocou a importância dos vigilantes nas unidades de saúde, sejam hospitais, postos de saúde ou upas, pois trabalham com dedicação e compromisso e tornaram-se imprescindíveis para o bom funcionamento desses órgãos, tanto na segurança como no apoio que prestam.

Parabéns aos valorosos companheiros e companheiras que, mais uma vez, fizeram a diferença em um momento bastante crítico que foi a ocorrência desse incêndio no HRT.

Veja a matéria que saiu no site interno da Secretaria de Saúde:

AGRADECIMENTO AOS PROFISSIONAIS DO HRT

A Secretaria de Saúde, juntamente à Superintendência da Região de Saúde Sudoeste, vem por meio desta reconhecer e agradecer aos profissionais da Segurança do Hospital Regional de Taguatinga, que tiveram atitude de grande importância diante do princípio de incêndio e atendimento aos pacientes expostos à fumaça. O reconhecimento também se estende a todos os servidores que, em meio aquele cenário, não deixaram de prestar assistência à população.

Os profissionais mostraram preparo e perícia ao conduzir a retirada dos pacientes do Pronto Socorro, local de maior concentração de fumaça, com agilidade, ao mesmo tempo que tranquilizavam pacientes e acompanhantes diante da situação.

Além disso, realizaram de forma correta todas as medidas de segurança em relação ao foco de incêndio, isolamento da área e o imediato chamado do Corpo de Bombeiros.

Também o Supervisor Eduardo Silva Brandão deixa registrado o seu elogio à equipe de segurança Ipanema Segurança pelo empenho em uma situação adversa que, diante do risco de perigo iminente, agiram de forma e conduta digna da profissão.

(Fonte: Agência Saúde)

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Os comentários estão desativados.